Salva-vidas usam drone para resgatar duas pessoas que estavam se afogando

Salva-vidas usam drone para resgatar duas pessoas que estavam se afogando
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

A pequena aeronave foi colocada em ação pelos profissionais de segurança quando estes receberam um sinal de socorro.

Um drone utilizado por salva-vidas foi responsável pelo resgate de dois adolescentes em alto-mar que estavam se afogando na costa norte de Nova Gales do Sul, na Austrália, na última sexta-feira (18). A pequena aeronave foi colocada em ação pelos profissionais de segurança quando estes receberam um sinal de socorro. Imediatamente após o pedido, os salva-vidas implantaram o drone e o pilotaram para enviá-lo à missão de salvamento.

Quem comandou o veículo aéreo foi o salva-vidas de 2017 de Nova Gales do Sul, o supervisor Jai Sheridan. Enquanto era enviado para procurar pelos nadadores, o drone ainda capturou todo o procedimento através de sua câmera. O vídeo, que você pode baixar neste link, gravou a aeronave liberando um dispositivo de flutuação para que os dois adolescentes em perigo pudessem se agarrar a alguma superfície, evitando assim que afundassem ou fossem separados pelas fortes ondas do mar.

Todo o procedimento de salvamento por afogamento levou apenas 70 segundos – 4 minutos e 50 segundos a menos se comparado com a estimativa de tempo que um salva-vidas humano leva para resgatar nadadores, cerca de 6 minutos ou mais. Esta é a primeira vez que esta tecnologia é implementada em serviços de proteção civil desta maneira, de acordo com o vice-ministro e ministro regional de Nova Gales do Sul, John Barilaro.

Para o diretor executivo da Westpac, Eddie Bennet, o resgate feito pelo drone Little Ripper mostra que a Austrália está liderando o mundo com esta tecnologia, ilustrando os benefícios que o uso destes veículos aéreos oferece em situações críticas de emergência. “O investimento da Westpac no desenvolvimento dos Little Rippers é a nova geração de serviços de resgate”, disse Bennet ao jornal The Sydney Morning Herald.

A frota de drones na qual o governo de Nova Gales do Sul investiu no ano passado já foi usada para patrulhar tubarões nas praias do Norte e também na costa oeste do estado. Alguns deles são até equipados com inteligência artificial para detectar os animais em questão – o que já ajudou salva-vidas a evacuarem uma praia em Perth, após os veículos detectarem tubarões de três metros nadando perto de pessoas no mar.

Fonte: SMH, Quartz Media

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Veja Também:

Artigos Relacionados